Iza Salles lança o livro “O Coração do Rei”, apresentando um dos períodos mais significativos da história brasileira, dentro das comemorações do Bicentenário da Independência (1822-2022)

Por Redação

O evento, que também traz um bate-papo com o editor José Luiz Alquéres, mediado por Vera Tostes, traz a escolha do mais jovem imperador do Brasil, Pedro I, herdeiro do trono português que preferiu reinar num país independente.

A jornalista Iza Salles lança o livro “O Coração do Rei – A Vida de Dom Pedro I: o grande herói luso-brasileiro”, publicado pela Edições Rio de Janeiro, no dia 17 de agosto, às 17h, no Shopping Cassino Atlântico, quando conversa com o editor José Luiz Alquéres, mediados por Vera Tostes. O evento faz parte das comemorações do bicentenário da Independência do Brasil (1822-2022).

Apesar de ser um personagem já descrito em muitos livros, Iza Sales retrata o pouco conhecido primeiro imperador do Brasil, com base em pesquisas em documentos e periódicos da época. Com um estilo literário próprio, a escritora retrata um estadista astuto, negociador, gestor, respeitoso filho, pai apaixonado e um defensor das liberdades democráticas, ainda que nascido em berço autoritário.

Pedro de Alcântara tinha apenas 23 anos quando ousou fazer a independência do Brasil. Nascido em outubro de 1798, faria 24 anos no mês seguinte. Este detalhe, foi a primeira coisa a chamar atenção da autora – sua juventude. O outro detalhe impressionante – ele optava pela libertação do país sob seu domínio. Não existem na história príncipes que façam escolha tão arriscada: herdeiro do trono português ele preferiu reinar num Brasil independente.

‘O absolutismo que moldara na infância sua índole indomável nele se alternava com a admiração incontida pelos princípios do constitucionalismo, por cuja beleza fora arrebatado muito jovem. Resistia a se deixar comprimir nos moldes constitucionais, mas, ao mesmo tempo, submetia-se a eles’. (O Coração do Rei, p.253)

Sobre o livro

O coração do rei no Shopping Cassino Atlântico

O Shopping Cassino Atlântico vai participar das comemorações dos 200 anos da independência do Brasil ( 1822-2022).

No dia 17 de agosto será lançado no shopping de Copacabana o livro “O coração do rei”, de Iza Salles, sobre a vida de Pedro I , herói luso/ brasileiro que mudou a história do país, pondo fim a mais de 300 anos de domínio de Portugal

Também participam do lançamento o editor do livro, José Luiz Alquéres, da Edições de Janeiro, e a historiadora Vera Tostes . Juntos os três vão abordar os pontos mais interessantes daquele momento histórico.

Pedro de Alcântara tinha apenas 23 anos quando ousou fazer a independência do Brasil. Nascido em outubro de 1798, faria 24 anos no mês seguinte. Este detalhe, foi a primeira coisa a chamar atenção da autora – sua juventude. O outro detalhe impressionante – ele optava pela libertação do país sob seu domínio. Não existem na história príncipes que façam escolha tão arriscada: herdeiro do trono português ele preferiu reinar num Brasil independente.

O título do livro, O Coração do Rei, segundo a autora, surgiu da percepção da natureza apaixonada do Príncipe, de sua paixão por cavalos, pela música (tocava vários instrumentos), pela marcenaria, pela natureza , pelo canto (tinha uma bela voz) e pelas mulheres, naturalmente . Também contribuiu o fato de Pedro ter pedido que seu coração fosse presenteado à cidade do Porto, que o havia ajudado na luta contra o irmão Miguel, que se apossara do trono que lhe pertencia. E na Igreja da Lapa, no Porto, o coração se encontra até hoje.

Para recuperar o trono, Pedro teve que lutar uma guerra em Portugal e, com o seu exército de  7000 homens, derrotou o exército oficial de seu irmão Miguel, de 70.000.

Enfim, uma vida rica em acontecimentos. Tudo resumido na introdução do narrador: “Por volta das 2h30 da tarde e 24 de setembro de 1834, fechou para sempre os olhos aquele que teve em vida tudo em dobro, uma parte herdada e a outra conquistada – foi imperador do Brasil e rei de Portugal; teve duas pátrias, dois povos, escreveu seu nome na história de dois continente e amou tantas mulheres que até se eu confessor perdeu a conta”.

Para contar a história de Pedro a autora escolheu um narrador : o frei Antônio da Arrábida, professor e confessor que o acompanhou desde os três anos de idade, amigo que ouvia suas confissões e confidências e o aconselhava nas horas difíceis.

Nas suas pesquisas para escrever o livro,  Iza Salles se surpreendeu com a riqueza dos personagens que participaram, presencialmente, como se diz agora, dos acontecimentos: o almirante inglês Thomas John Cochrane,  o comerciante John Armitage, a escritora Maria Graham, o coronel Hugh Owen etc. Deu a eles um lugar que merecem na história, reproduzindo suas memórias daquele tempo.

Outra particularidade é a homenagem que presta a historiadores brasileiros do século XX, que pesquisaram a vida e personalidade de Pedro. Para reproduzir suas opiniões sobre o príncipe transformou-os em personagens da história. Em resumo, Otávio Tarquínio de Souza,  Oliveira Lima e Tobias do Rego Monteiro se tornaram Frei Tarquínio de Jesus,  Frei Oliveira Lima da Misericórdia  e Frei Tobias do Amor Divino.

(Iza Salles)

Ficha técnica

Título: O Coração do Rei

Subtítulo: A vida de dom Pedro I: o grande herói luso-brasileiro

Autor: Iza Salles

Editora: Edições de Janeiro

ISBN: 978-85-9473-035-0

Páginas: 360

Formato: 16×23 cm

Link de venda: https://www.amazon.com.br/cora%C3%A7%C3%A3o-rei-Pedro-grande-luso-brasileiro-ebook/dp/B081747P8Y

Formato: impresso e e-book

Sobre a autora

Formada em jornalismo em 1965 pela então Universidade do Brasil, Iza Salles começou como repórter no Jornal do Brasil e no Diário de Notícias. Em seguida, foi bolsista do governo francês pela Fondation des Sciences Politiques, entre 1966 e 1967. Após retornar ao país, foi presa pela ditadura em 1970, respondendo a processos em São Paulo e no Rio de Janeiro. Trabalhou nos jornais de resistência Opinião e Pasquim com o nome de Iza Freaza e voltou à Europa em 1977 com nova bolsa de estudos dada pelo Journalistes en Europe. Morou dois anos entre Madri e Paris, e mais de cinco em Roma. Retornou ao Brasil em 1984 como correspondente do jornal Expresso, de Portugal (1981-2003). O Coração do Rei é o seu segundo livro. O primeiro, Um cadáver ao sol, foi publicado em 2005.

Sobre Vera Tostes

Vera Lúcia Bottrel Tostes é museóloga, historiadora, membro do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro (IHGB), entre outras Academias, da Comissão de Restauração do Museu da Independência, dirigiu o Museu Histórico Nacional (MHN), de 1994 a 2014. Também é membro do Conselho do Museu do Ipiranga em São Paulo.

Redes sociais

Iza Salles – Facebook: Iza Salles

E-mail : izasalles2010@hotmail.com

Vera Tostes – Instagram: @tostes_vera

José Luiz Alquéres – Facebook: José Luiz Alquéres

Sobre o Shopping Cassino Atlântico

O Cassino Atlântico era um dos cassinos que ficavam na praia de Copacabana. Durante a década de 1930, jogos de bacará, campista, roleta, black jack e carteado atraíam a sociedade carioca e pessoas de outras cidades (do Brasil e do mundo) ao local. O prédio do antigo Cassino Atlântico foi demolido nos anos 1970 para dar lugar ao novo hotel. Muitos momentos históricos foram vividos no Cassino, entre eles, os shows de Carmem Miranda, que era presença certa no local.

O Shopping Cassino Atlântico foi criado há cerca de 40 anos e abriga, em sua maior parte, lojas de antiguidades e galerias de arte, que trazem artistas consagrados no Brasil e no exterior. Passada a pandemia, o local reinventou-se e apostou na diversificação, com restaurantes, coffee shop, eventos em seus corredores, abertos aos hóspedes do hotel e ao público em geral. Sofisicação e conforto, entre o mar e a arte, em um só local, que vai agradar aos mais exigentes!

Novo Shopping Cassino Atlântico

Entre o mar e a arte!

Av. Atlântica, 4240

No final do Posto 6

Instagram: @cassinoatlanticoshopping

Assessoria de Imprensa: @_paula_r_soares

SAVE THE DATE / ANOTE A DATA

Dia 17 de agosto de 2022 às 17hs

Térreo – em frente à Quimera Antiguidades (lojas 105 a 107)

O livro pode ser adquirido no local.

Agradecemos pela sua visita, por ler essa matéria e principalmente pelo prestígio da vossa audiência!

Compartilhe com seus amigos e pessoas que conheça o nosso conteúdo jornalístico e de entretenimento, e que também continuem nos prestigiando e se possível, nos seguindo em nossas redes sociais através do:

Instagram: https://www.instagram.com/sambrasilturismoecultura/                    

YouTube: https://www.youtube.com/channel/UCRQn6jlELDq9C57WGQegATw                   

Facebook: https://www.facebook.com/SambrasilTurismoeCultura                 

Twitter: https://twitter.com/PortalSambrasil                 

Spotify: https://open.spotify.com/user/x8yhy7k5ox83rzi81pxo3nikp                  

SoundClound: https://soundcloud.com/sambrasilpodcasts                   

Torcemos para que tudo esteja bem com você e com toda a sua família. Cuide-se!

PARA EVITAR O CONTÁGIO PELO CORONAVÍRUS E DE SUAS VARIANTES, INCLUSIVE JÁ EXISTEM AS MAIS NOVAS, CHAMADAS DE ÔMICRON XE E A ÔMICRON XQ, BASTANTE CONTAGIOSA. ALÉM DAS TRADICIONAIS DOENÇAS/SINDROMES RESPIRATÓRIAS, ENTRE ELAS JÁ ESTÁ CIRCULANDO O VRS (VÍRUS SINCICIAL RESPIRATÓRIO). E AINDA, JÁ TEM CONFIRMADO NO BRASIL, OS PRIMEIROS CASOS DA “VARÍOLA DO MACACO”.

AS TRÊS REGRAS BÁSICAS QUE SALVAM E PRESERVAM VIDAS DEVEM SER SEGUIDAS E ADOTADAS: USO DE MÁSCARA, HIGIENIZAÇÃO E A NÃO AGLOMERAÇÃO / DISTANCIAMENTO SOCIAL.

AH! VACINE-SE! A VACINAÇÃO LHE AJUDARÁ MINIMIZANDO OS CASOS GRAVES.

A PANDEMIA AINDA NÃO ACABOU!

E SE NÃO HOUVER UMA COINCIENTIZAÇÃO RADICAL DA POPULAÇÃO PARA RETOMADA E ATENÇÃO PRIORITÁRIA PARA OS CUIDADOS COM A PRESERVAÇÃO DA VIDA, AÍ MESMO, É QUE REALMENTE NÃO TEREMOS, COM NÚMEROS VERDADEIROS, INFORMADOS PELOS ÓRGÃOS COMPETENTES E A GRANDE MÍDIA, UMA REDUÇÃO DRÁSTICA DE CONTAMINAÇÃO E MORTES POR COVID E SUAS VARIANTES.

ONU declara 2017 o ano internacional do turismo sustentável

Por Redação Turismo Sustentável A Organização Mundial do Turismo (OMT), agência ...

Learn more

Related posts