Secretaria Estadual de Turismo RJ apresenta o projeto Trilha de Longo Curso “Volta ao Rio” nas regiões turísticas do estado

Por Redação

Iniciativa da RedeTrilhas, com apoio da Setur-RJ e da TurisRio, irá conectar os principais

atrativos naturais, turísticos e culturais do estado, alcançando, aproximadamente, 1200 km

A Secretaria Estadual de Turismo (Setur-RJ) e a TurisRio apresentaram, nesta quarta-feira (03/08), a secretários municipais de turismo e representantes do segmento de aventura de diversas áreas, a proposta para implantação da Trilha de Longo Curso Circular do Rio de Janeiro “Volta ao Rio” nas regiões turísticas do estado. O encontro aconteceu no Palácio Guanabara, sede do governo do estado do Rio de Janeiro, e contou com a participação de representantes do Instituto Estadual do Ambiente (INEA), ministério do Turismo e ICMBIO em painéis sobre o tema.

A trilha “Volta ao Rio” é uma iniciativa da RedeTrilhas, com apoio da Setur-RJ e da TurisRio, e irá conectar os principais atrativos naturais, turísticos e culturais do nosso estado. A trilha de longo curso irá alcançar, aproximadamente, 1.200 km em todo o estado, conectando destinos das regiões Metropolitana, Costa Verde, Costa do Sol, Vale do Café, Serra Verde Imperial e Agulhas Negras.

No encontro foram apresentados os fundamentos da trilha “Volta ao Rio” e o papel dos municípios em sua implementação e gestão, discutindo os desafios para a construção de um sistema de trilhas estadual.  Para isso, gestores do INEA, MTur e ICMBIO, com base em suas expertises, expuseram dados, números e informações relevantes sobre o tema.

“Entendemos esse projeto como uma política pública de desenvolvimento do turismo de natureza que fará interlocução com a já implementada Rede Nacional de Trilhas. Pesquisas do setor mostram que este é um segmento que cresce entre 20 e 23% ao ano contra 3 a 4% dos segmentos tradicionais como sol e praia, no mesmo período. Identificamos então no turismo de natureza um segmento potencial, capaz de impulsionar ainda mais o fluxo turístico no estado do Rio de Janeiro”, ressaltou Felipe Rocha, vice-presidente da TurisRio.

No escopo da proposta está a implementação de trilhas regionais e locais em todo o território fluminense, de tal modo que o final de uma coincida com o começo da seguinte, formando, assim, a trilha perimetral do estado do Rio de Janeiro ou a grande Rede Fluminense de Trilhas que conectará os principais atrativos do estado.

Hoje, estão implantados pela RedeTrilhas mais de 500 km do percurso “Volta ao Rio”, contemplando os municípios de Niterói, Maricá, Cabo Frio, Saquarema, Ilha Grande, Teresópolis, Petrópolis, Nova Friburgo, Rio Claro, Resende e Rio de Janeiro, com destaque para os 183 km da Trilha Transcarioca, eleitos pela revista americana Outside como uma das 25 melhores trilhas do mundo.

“Esse movimento de trilhas começou aqui no Rio de Janeiro, com a Transcarioca, e é um orgulho participar também desse processo de implantação da “Volta ao Rio”. Ninguém protege o que não conhece, trazer as pessoas para dentro das unidades de conservação é a melhor forma de garantirmos a nossa sobrevivência e as trilhas organizadas têm papel fundamental nisso”, avaliou Philipe Campello, presidente do INEA.

A inspiração da “Volta ao Rio” advém de iniciativas exitosas como Caminho de Santiago, Florida Trail, Sentiero d´Italia e Colorado Trail, entre outras, na certeza de que irá se firmar como uma das trilhas mais bonitas e variadas do mundo, ofertando ao caminhante a experiência e o contato com a serra e o mar em uma mesma caminhada.

“Nosso município tem trilhas que passam por cachoeiras, lagoas, rios, mas que não são institucionalizadas, algumas, particulares. Agora, com essa proposta da Setur, a gente espera incluir Silva Jardim nesse mapa de trilha de longo curso, estamos fazendo um ótimo network”, explicou Felippe Mattos, secretário de Turismo e Cultura de Silva Jardim.

A RedeTrilhas é uma instância de governança reconhecida pelo Ministério do Meio Ambiente, Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade e Ministério do Turismo, voltada à implementação de trilhas de longo curso. Tais iniciativas resultam na criação de roteiros integrados que propõem a conservação da biodiversidade, a preservação de bens culturais e o fortalecimento do turismo local e regional, contribuindo para a geração de trabalho e renda.

Agradecemos pela sua visita, por ler essa matéria e principalmente pelo prestígio da vossa audiência!

Compartilhe com seus amigos e pessoas que conheça o nosso conteúdo jornalístico e de entretenimento, e que também continuem nos prestigiando e se possível, nos seguindo em nossas redes sociais através do:

Instagram: https://www.instagram.com/sambrasilturismoecultura/                    

YouTube: https://www.youtube.com/channel/UCRQn6jlELDq9C57WGQegATw                   

Facebook: https://www.facebook.com/SambrasilTurismoeCultura                 

Twitter: https://twitter.com/PortalSambrasil                 

Spotify: https://open.spotify.com/user/x8yhy7k5ox83rzi81pxo3nikp                  

SoundClound: https://soundcloud.com/sambrasilpodcasts                   

Torcemos para que tudo esteja bem com você e com toda a sua família. Cuide-se!

PARA EVITAR O CONTÁGIO PELO CORONAVÍRUS E DE SUAS VARIANTES, INCLUSIVE JÁ EXISTEM AS MAIS NOVAS, CHAMADAS DE ÔMICRON XE E A ÔMICRON XQ, BASTANTE CONTAGIOSA. ALÉM DAS TRADICIONAIS DOENÇAS/SINDROMES RESPIRATÓRIAS, ENTRE ELAS JÁ ESTÁ CIRCULANDO O VRS (VÍRUS SINCICIAL RESPIRATÓRIO). E AINDA, JÁ TEM CONFIRMADO NO BRASIL, OS PRIMEIROS CASOS DA “VARÍOLA DO MACACO”.

AS TRÊS REGRAS BÁSICAS QUE SALVAM E PRESERVAM VIDAS DEVEM SER SEGUIDAS E ADOTADAS: USO DE MÁSCARA, HIGIENIZAÇÃO E A NÃO AGLOMERAÇÃO / DISTANCIAMENTO SOCIAL.

AH! VACINE-SE! A VACINAÇÃO LHE AJUDARÁ MINIMIZANDO OS CASOS GRAVES.

A PANDEMIA AINDA NÃO ACABOU!

E SE NÃO HOUVER UMA COINCIENTIZAÇÃO RADICAL DA POPULAÇÃO PARA RETOMADA E ATENÇÃO PRIORITÁRIA PARA OS CUIDADOS COM A PRESERVAÇÃO DA VIDA, AÍ MESMO, É QUE REALMENTE NÃO TEREMOS, COM NÚMEROS VERDADEIROS, INFORMADOS PELOS ÓRGÃOS COMPETENTES E A GRANDE MÍDIA, UMA REDUÇÃO DRÁSTICA DE CONTAMINAÇÃO E MORTES POR COVID E SUAS VARIANTES.

Clube do Samba realiza roda de samba com Diogo Nogueira

Por Redação A história que começou nos anos 70 ganha agora um novo capítulo e volta ...

Learn more

Related posts