Técnica que utiliza Ressonância Magnética Nuclear é capaz de detectar fraudes na composição do diesel em tempo real

Por Redação

O Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) estabelece a adição obrigatória de 10% de biodiesel no diesel de origem fóssil. O não cumprimento dessa norma por parte das empresas responsáveis pela produção e distribuição do produto é considerado fraude contra a administração pública, além de acarretar perda de dinheiro ao Estado. A fiscalização e a constatação de irregularidades dependem de análises laboratoriais mais complexas, tornando esse processo demorado e custoso. Entretanto, essa realidade está prestes a mudar pois um método desenvolvido pelo grupo de pesquisa em Ressonância Magnética Nuclear (RMN) da Universidade Federal do Paraná (UFPR) promete determinar a quantidade de biodiesel no diesel de forma rápida e com baixo custo.

A técnica consiste em gerar uma curva de calibração com diferentes teores de biodiesel em diesel em um equipamento de Ressonância Magnética Nuclear (RMN). Esse procedimento é feito apenas uma vez e, em seguida, qualquer amostra de combustível adicionada ao equipamento passa por uma leitura que apresenta o teor de biodiesel presente naquela porção.

De acordo com o coordenador da pesquisa, professor Andersson Barison do Departamento de Química da UFPR, o método tem potencial para ser um grande aliado das agências reguladoras e de controle, já que a partir dele podem ser desenvolvidos equipamentos com capacidade de detecção de fraudes em tempo real se instalados em bombas de combustível, por exemplo.

As dimensões compactas e a inexistência de manutenção de sistemas de Ressonância Magnética Nuclear (RMN) no Domínio do Tempo, ou RMN-DT, permitem que eles sejam colocados em pontos específicos para o monitoramento permanente, com transmissão on-line de dados para as agências de controle. “Com a publicação desta técnica, qualquer empresa interessada pode desenvolver o dispositivo para ser instalado nas bombas. Assim, à medida que o combustível passar pelo equipamento, enquanto os veículos são abastecidos, ele fará a leitura de forma simultânea dos tempos de relaxação dos núcleos atômicos, que estão diretamente relacionados ao teor de biodiesel”, explica Barison.

Vantagens do novo método

Segundo o especialista, além de não possuir custo de manutenção, os equipamentos apresentam preços acessíveis, em torno de R$ 50 mil, e não exigem materiais consumíveis para realizar as análises. “Em alguns testes de Covid-19, por exemplo, são utilizados swabs para fazer as coletas. No nosso método, nada além do equipamento é necessário. Basta colocar o combustível no aparelho. Como vantagem, ele também não gera nenhuma poluição ambiental”, argumenta.

Com a publicação da técnica, ela se tornou de domínio público. A empresa Bruker, que desenvolve equipamentos de RMN, pretende aprimorar o método e realizar o escalonamento industrial, além de enviar o pedido de inserção como método da American Society for Testing and Materials (ASTM), órgão dos Estados Unidos similar à nossa Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) e reconhecido internacionalmente, que estabelece as normas e os métodos padrões para avaliação de produtos e testes de materiais.

Laboratório Multiusuário de RMN da UFPR

O Laboratório Multiusuário de Ressonância Magnética Nuclear (RMN) da UFPR atua no desenvolvimento de vários métodos utilizando a tecnologia para o diagnóstico de doenças, para o controle de qualidade de alimentos e bebidas, para o controle de qualidade de combustíveis, entre outros. A técnica de detecção de biodiesel no diesel foi criada a partir da dissertação de mestrado de Grazielli da Rocha, do Programa de Pós-Graduação em Química. O artigo foi publicado na American Chemical Society (ACS).

Siga-nos nas redes sociais

Twitter – @cienciaufpr

Instagram – @revistacienciaufpr

Facebook – facebook.com/cienciaufproficial

Agradecemos pela sua visita, por ler essa matéria e principalmente pelo prestígio da vossa audiência!

Compartilhe com seus amigos e pessoas que conheça para que conheçam o nosso conteúdo. E que também continuem nos prestigiando e se possível, nos seguindo em nossas redes sociais através do:

Instagram: https://www.instagram.com/sambrasilturismoecultura/        

YouTube: https://www.youtube.com/channel/UCRQn6jlELDq9C57WGQegATw       

Facebook: https://www.facebook.com/SambrasilTurismoeCultura       

Twitter: https://twitter.com/PortalSambrasil       

Spotify: https://open.spotify.com/user/x8yhy7k5ox83rzi81pxo3nikp       

SoundClound: https://soundcloud.com/sambrasilpodcasts         

Torcemos para que tudo esteja bem com você e com toda a sua família. Cuide-se!

PARA EVITAR O CONTÁGIO PELO CORONAVÍRUS, TRÊS REGRAS BÁSICAS QUE SALVAM E PRESERVAM VIDAS DEVEM SER SEGUIDAS E ADOTADAS: USO DE MÁSCARA, HIGIENIZAÇÃO E A NÃO AGLOMERAÇÃO / DISTANCIAMENTO SOCIAL.

LIGA SP DIVULGA CALENDÁRIO DE ENSAIOS TÉCNICOS NO ANHEMBI

Por Marcelo Faria Foto por Caroline Ferreira As agremiações já iniciaram seus ensaios ...

Learn more

Related posts