Paola Matos comanda a produção de seu novo CD “Cor” e lança campanha colaborativa

Por redação

A revelação da MPB Paola Matos, de 24 anos, está dedicada à campanha de financiamento de seu novo CD, “Cor”, que está em fase de pré-produção. A artista, que comanda a produção de seu novo trabalho autoral, conta com o apoio do irmão Diogo Matos e de Adriano Sperandir. O repertório vai trazer músicas de diversos compositores e composições autorais da cantora.

Paola Matos entra em estúdio no dia 19 de abril para gravar seu novo álbum “Cor”, que será gravado no estúdio Cia A3, em Osório, Rio Grande do Sul. Para obter os recursos para a gravação, Paola criou uma campanha de financiamento coletivo na plataforma Kickante e todos que participaram vão receber, em primeira mão, a versão física do trabalho. As músicas do repertório foram escolhidas a dedo por ela, além das composições da cantora.

O disco, que está programado para ser lançado no segundo semestre, traz Adriano Sperandir no violão, guitarra e arranjos; Cristian Sperandir nos pianos, teclados e arranjos; Sandro Bonato na bateria; Cri Ramos no baixo acústico e contrabaixo elétrico, e Ronison Borba no acordeon.  O álbum “Cor” busca criar uma relação “inter-sensitiva” entre músicas e cores. “Cada experiência artística que vivenciamos é construída a partir de todos os nossos sentidos, ainda que a obra apreciada esteja relacionada diretamente a apenas um ou dois deles”, explica Paola.

 

A cantora está na fase semifinal da 3ª edição do concurso “Edp Live Bands”, que leva a banda vencedora para se apresentar no Festival NOS Alive, em Portugal. “Fiquei muito surpresa e feliz, porque eram muitos candidatos, e ser escolhida pelo júri técnico nesse contexto me causa enorme satisfação pessoal, pois, acredito que a minha mensagem está sendo bem recebida pelas pessoas”, comemora a cantora. Agora a escolha dos finalistas será com votação aberta ao público via voto eletrônico. Para votar, basta acessar o link:  https://edplivebandsbrasil.edp.com/banda/paola-matos e votar até o dia 12 de maio.

Paola Matos, por Rodrigo Ricordi

Influenciada pelo gosto musical de seu pai, com quem aprendeu a ouvir artistas como Chico Buarque, Elis Regina, Maria Rita, Gonzaguinha, Milton Nascimento, Djavan e outros, e pelo seu irmão músico, Diogo Matos, que percebeu sua afinação, a gaúcha de Santa Maria teve as primeiras experiências nos palcos aos 10 anos de idade, onde apresentava-se em festivais estudantis e a partir daí não parou mais.

 

A paixão pela música despertou seu interesse em participar do coral da escola e a seguir com os estudos de técnicas vocais com a professora Liége Schneider, em sua cidade natal. Aos 17 anos, Paola começou a cantar em festivais profissionais. Não levou muito tempo para receber o prêmio de Melhor Intérprete no Festival de Música da Juventude, realizado pela Secretaria da Juventude de Porto Alegre, e na Tertúlia Musical Nativista. “Os festivais de música no Rio Grande do Sul são muito comuns e servem como porta de entrada para os artistas”, revela a cantora.

 

Em 2013, seu primeiro trabalho autoral, “Brasileirice”, foi muito bem recebido pelo público e pela crítica; sendo distribuído nacionalmente pela gravadora Fina Flor. Por sua performance vocal no projeto, levou pra casa o prêmio de Cantora Revelação do Prêmio Açorianos de Música de Porto Alegre, em 2014, e este foi o momento da virada em sua carreira. Após conquistar o público do Sul, a cantora decidiu se mudar para o Rio de Janeiro para ampliar os horizontes e buscar novos espaços para seus projetos.

 

Quem quiser participar, a campanha de financiamento coletivo ainda está na plataforma do site Kickante. Para colaborar, basta entrar no link”  https://www.kickante.com.br/campanhas/album-paola-matos , e os participantes adquirem previamente a versão física do trabalho.

Costa Cruzeiros apresenta novo sistema de tarifas

Por Redação A Costa Cruzeiros lança um novo sistema de tarifas para o mercado ...

Learn more

Related posts