SMC do Rio apresenta diretrizes da nova gestão, com o comando de Nilcemar Nogueira

Por Marcelo Faria

Fotos por Julia Fernandes, Marcelo Faria e Fabiano Moraes

Em Ato Solene realizado pela Secretaria Municipal de Cultural, Nilcemar Nogueira, nova secretária de cultura do Rio de Janeiro, apresentou as diretrizes que pretende adotar durante a sua gestão.

A solenidade contou com a presença do prefeito Marcelo Crivella, acompanhado de familiares, a Primeira Dama do Município, Sylvia Jane Hodge Crivella, do filho, Marcelo Hodge Crivella e sua esposa, Maressa Crivella. Além de vários representantes da classe artística e cultural, Rildo Hora, Nelson Sargento, João Donato, Carlinhos de Jesus e Ana Botafogo, Cacá Diegues, a bateria da Estação Primeira de Mangueira, Dudu Nobre, Casais de Mestres Salas e Porta Bandeiras das Escolas de Samba Mirins, entre outros, além da apresentação do evento protagonizada pela atriz Adriana Lessa.

 

O Portal Sambrasil Turismo e Cultura – www.sambrasil.net/turismoecultura e o Portal de Notícias Sambrasil – www.sambrasil.net – Maior Portal de Notícias, Pesquisas e Referências Sobre o Mundo do Samba e, ambos do jornalista Marcelo Faria, prestigiou o evento a convite da própria Nilcemar Nogueira.

 

Nilcemar destacou que na sua gestão o foco é a união das diversidades culturais, realizar um trabalho direcionado de forma mais ampla, atendendo de forma mais abrangente e plural.

 

Seguindo a jargão do prefeito Marcelo Crivella, que cita que seu governo, tem como prioridade, “Cuidar das pessoas”, a nova gestora da área cultural, promete cuidar das pessoas, dando mais condições para o alcance cultural da população e fomentando o empreendedorismo cultural.

 

Como Nilcemar conhece o desafio que terá pela frente, realizou um discurso bem articulado. Não se esquivou das cobranças, mas ressaltou que o novo orçamento, de 2017, só estará estabelecido em março e já vez uma solicitação ao vivo ao prefeito, que será para aumentar em 1% o valor do orçamento. E citou:

 

“- Além de gestora, também sou produtora cultural e aqui falaremos na mesma língua. Por ora, minha palavra de ordem é união. A cultura é múltipla, marcada pela diversidade de saberes, práticas e experiências, e vou trabalhar para que todos da cidade possam vivenciar essa diversidade. Criar, produzir e participar dos espaços de cultura do Rio. Vamos trabalhar para a consolidação de uma política pública que visa a integração e o desenvolvimento social, e também econômico; a redução da desigualdade e da violência; e o combate ao preconceito de raça, de orientação sexual e de gênero. A cultura não convive com a intolerância. Vamos celebrar a cultura na sua diversidade. Temos diretrizes já traçados, mas tudo isso será consolidado a partir do diálogo e da escuta do setor.”

 

Nilcemar irá fortalecer o Conselho Municipal de Cultura. Ela prometeu reformar o Carlos Gomes, assim como demais equipamentos culturais. Entre os planos anunciados por Crivella para a pasta, estão ainda a municipalização do Teatro Municipal e do Museu da Imagem e do Som (MIS). Ambos estão sob a gestão do Estado, mas poderão ser integrados à Secretaria Municipal de Cultura por meio de parcerias público-privadas, após um estudo técnico solicitado pelo novo prefeito ao seu gabinete.

 

Conheça um pouco da trajetória de Nilcemar Nogueira:

Nascida em casa de bambas, ela é neta de Dona Zica e Cartola, atuou com imensa dedicação no projeto de tornar o samba, Patrimônio da Humanidade pela Unesco em 2007.

 

Presidiu o Museu da Imagem e do Som, foi diretora de Carnaval da Mangueira, e em 2001 ela criou o Centro Cultural Cartola, localizado a poucos metros da quadra da escola. Além de exposições permanentes sobre Cartola e Zica, o espaço deu origem a projetos como a Orquestra de Violinos Cartola (nascido de uma oficina pensada para atrair jovens de famílias evangélicas que teriam resistência ao samba) e ao Festival de Samba de Partido Alto. Da instituição nasceu o Museu do Samba, que reúne um acervo que inclui depoimentos de nomes como Monarco, Delegado e Selminha Sorriso.

 

Reconhecida como produtora (com fama de “pulso firme”, ou mesmo autoritária, nos bastidores), Nilcemar também tem um trabalho como pesquisadora. Doutora em Psicologia Social pela UERJ, ela tem um mestrado em Bens Culturais e Projetos Sociais pela Fundação Getúlio Vargas — onde apresentou a dissertação “De dentro da cartola: a poética de Agenor de Oliveira”. Também produziu um livro de receitas “Dona Zica —Tempero, amor e arte”.

10 mercados municipais pelo Brasil que valem uma visita

Por redação Esses mercados municipais pelo Brasil carregam riqueza gastronômica, ...

Learn more

Related posts

Leave a Comment