10 tendências gastronômicas para 2017

Por Redação

Já passamos pela moda dos yogoberries, das paletas mexicanas, dos food trucks… A gastronomia, assim como tudo nesse mundo, também é vítima das tendências de moda. E para quem é apaixonado por comida, sempre vale a pena ficar de olho no que está por vir.

 

Podemos sempre ser surpreendidos no meio do caminho, mas tudo indica que uma alimentação mais leve e natural é a grande aposta para 2017: muito verde, muita salada e menos carne e fast food. Confira na galeria uma lista de tendências gastronômicas levantada pela rede social Pinterest, com base no que as pessoas mais estão ‘pinando’ por aí como promessas para 2017.

 

Bowls saudáveis

Depois das saladas no pote, a tendência da vez para 2017 são as saladas na tigela, ou bowls saudáveis. As saladas são tão completas que trazem uma refeição completa, com todos os nutrientes necessários para repor as energias. A ideia cai superbem também para levar de marmitinha por aí.

 

Nas feirinhas gastronômicas pelo Brasil, a coxinha de jaca foi sucesso total no ano que passou. Mas não só no famoso salgado, a tendência é usar a jaca como uma grande substituta da carne. Se antes a jaca era vista com preconceito e como uma fruta não muito agradável, agora ela virou a melhor amiga dos vegetarianos e até de quem quer reduzir a quantidade de carne na alimentação. Além de ser rica em vitaminas, seu sucesso deve-se ao fato de sua textura lembrar frango ou carne desfiada, e pelo sabor neutro e não-adocicado.

 

Polvo

Há alguns anos o polvo vem se tornando mais popular, sendo cada vez mais comum encontrá-lo no cardápio de restaurantes e bares mais despojados. Por ser uma carne um pouco mais doce e barata que a de lula, o fruto do mar tem tudo para ganhar espaço também dentro das casas, em pratos como o Polvo à Provençal.

 

Empanadas

Já reparou que diversos bares e restaurantes, principalmente em São Paulo, quase sempre servem uma boa porção de empanadas? Os quitutes latinos consistem em uma massa fina, levemente queimada, recheada com sabores bem marcantes. Está cada vez mais fácil encontrar as deliciosas empanadas em qualquer canto pelo país.

 

Cerveja ácida

Tradição na Bélgica, as ‘sour beers’, ou cervejas ácidas, estão ganhando espaço por aqui e prometem ser a aposta cervejeira para 2017. Aliás, é possível encontrar marcas nacionais que investem no sabor, como cervejarias mineiras e paranaenses. O sabor ácido provém de frutas cítricas, como esta de cupuaçu, por exemplo. O resultado é um sabor extremamente ácido, refrescante, com aroma frutado, de coloração dourada e nada de amargor.

 

Cozinhar a vácuo (sous-vide) é o novo slow cooker

O slow cook fez sucesso no ano que passou. Para nós brasileiros, é o cozimento feito na famosa panela de pressão: devagarinho, sem pressa, garantindo a melhor suculência do alimento. O conceito continua, mas agora a tendência da vez é a famosa técnica sous-vide, que, em francês, quer dizer “sob vácuo”. A técnica refere-se a um método de cozinhar em sacos plásticos selados a vácuo em baixas temperaturas por um tempo maior que o tradicional.

 

A embalagem a vácuo previne a perda evaporativa de sabores voláteis e umidade durante o cozimento, e inibe sabores estranhos gerados pela oxidação. Porém, é preciso usar o plástico correto e apropriado para alimentos. Além disso, é possível colocar um temperinho junto ao alimento cru para já sair com um sabor especial.

 

Pizza Naan

As pizzas individuais e mais finas estão cada vez mais ganhando espaço nas pizzarias brasileiras. Aproveitando essa tendência, surge também uma receita que segue essa linha, é a Pizza Naan. Para quem não sabe, o naan é um pão indiano bem fininho, que acaba sendo a base perfeita para uma pizza mais leve. Basta usar o pão como massa, colocar seu sabor de preferência por cima e levar ao fogo. Os cortes triangulares, em pedacinhos, também caracterizam o jeito da Pizza Naan ser servida.

 

Chucrute, conserva de repolho

As conservas fizeram sucesso nos últimos tempos, sendo uma ótima maneira de cozinhar com praticidade e ainda garantir mais sabor aos alimentos. E 2017 tem tudo para ser o ano do chucrute, o famoso prato alemão consiste em uma conserva de repolho fermentado e sua receita mais tradicional utiliza apenas repolho, água e sal, mas também pode ser mais elaborada e usar vinho branco, farinha de trigo, gengibre, cravo-da-índia, entre outros ingredientes.

 

Alternativas ao azeite de oliva extra virgem

Muita gente andou trocando o óleo de cozinha por alternativas mais saudáveis em 2016. Agora, aproveitando a tendência da vida saudável, busca-se também alternativas ao tradicional óleo de oliva, afinal é possível fazer azeite de muitos outros alimentos. O óleo de semente de uva é um deles, podendo ser usado não só em alimentos, mas até como cosmético. Entretanto, antes de utilizá-lo, certifique-se de que o produto é 100% natural e puro, livre de componentes que possam ser nocivos.

 

Snacks saudáveis

Já faz um tempinho que os lanches saudáveis estão fazendo sucesso, mas agora vieram para ficar mesmo. Além de serem uma boa opção para a hora da fome, a maioria deles são muito fáceis de serem executados, como os chips de frutas e legumes. Confira aqui algumas receitas.

ABIH Nacional participa de audiência pública em Brasília para fomentar o turismo brasileiro

Por Redação Uma comissão de empresários da hotelaria nacional, membros da Diretoria ...

Learn more

Related posts

Leave a Comment