Browse By

Morre nesta sexta-feira (04) o cantor e compositor Luiz Melodia

Por Redação

Morreu na manhã desta sexta-feira (4) o cantor e compositor Luiz Melodia. Aos 66 anos, o músico carioca lutava contra um câncer derivado de um mieloma múltiplo, tipo de doença autoimune. O tratamento começou em julho do ano passado, mas em março deste ano Melodia precisou ser internado, em maio, ele foi submetido ao transplante e no fim de junho pôde voltar para casa. A recuperação do artista vinha se dando de forma progressiva, segundo amigos e familiares. No entanto voltou a ser internado e infelizmente não resistiu e faleceu no Hospital Quinta D’Or, no Rio de Janeiro. Ele deixa a esposa, também cantora e compositora, Jane Reis, e dois filhos, Mahal e Hiran.

O Portal Sambrasilwww.sambrasil.net do jornalista Marcelo Faria, solidariza-se com todos os familiares, amigos e fãs do grande cantor e compositor Luiz Melodia.

Luiz Melodia nasceu em 7 de janeiro de 1951 no Morro de São Carlos, e frequentava cada cantinho do bairro do Estácio; que homenageou na melancólica e dolorida Estácio Holly Estácio, uma das suas principais composições. “Se alguém quer matar-me de amor / Que me mate no Estácio / Bem no compasso, bem junto ao passo / Do passista da escola de samba / Do Largo do Estácio”, diz a letra da música. “O Estácio acalma o sentido dos erros que eu faço / Trago, não traço, faço, não caço / O amor da morena maldita /Domingo no espaço.”

Afastado dos palcos desde então, Melodia ainda viveu outro drama enquanto esteve internado. Sua casa no Rio de Janeiro foi assaltada em maio, no mesmo dia da realização do transplante. Quatro bandidos renderam o filho dele e um amigo e ainda levaram parte do acervo do artista.

Em entrevista ao jornal Extra na época, a esposa do músico, Jane Reis, se mostrou desolada com a perda. “Tinha tudo nesse computador. Os 40 anos de carreira de Luiz Melodia estavam inteiros lá: a biografia em inglês, todos os releases, do “Pérola Negra” até hoje, parte da passagem dele pela Europa, além de toda a discografia e de todas as músicas. O acervo inteiro se perdeu. Acho que vai dar para recuperar, mas vai ser um inferno. Prefiro nem ficar tão irritada agora, por conta da situação médica do meu marido”, contou.

Com 16 discos gravados, até o último, Zerima, de 2014, que lhe rendeu o Prêmio Música Popular Brasileira na categoria melhor cantor de MPB. O último trabalho do cantor, Zerima, foi lançado em 2014 e apresentado em Salvador em janeiro de 2015. Na época, Melodia foi nomeado cidadão soteropolitano, e já tinha quase três anos sem fazer shows na capital baiana.

Melodia, Vascaíno, terá seu corpo velado na quadra da escola.  Em nome do presidente Leziário Nascimento e de toda a sua diretoria, a agremiação soltou à imprensa uma Nota de Pesar.

Informamos que as atividades programadas para esta sexta na quadra estão suspensas. O velório do cantor acontecerá no Berço do Samba a partir das 18h desta sexta-feira, 04, e o funeral às 10h deste sábado, no cemitério do Catumbi.

 

Nota de Pesar

O GRES Estácio de Sá vem a público manifestar seu profundo pesar em virtude do falecimento de um de seus mais ilustres torcedores. Luiz Melodia elevou nosso pavilhão e nossa comunidade aos mais altos patamares através de sua música e hoje nosso surdo chora e o Berço do Samba se cala em solidariedade a todos os fãs e à querida amiga e esposa Jane neste momento de dor, que também é nosso.

 

Uma perda irreparável para a Música Popular Brasileira, para o samba e para o GRES Estácio de Sá, no ano em que completamos nove décadas de história. Decretamos luto oficial de dois dias, suspendendo nossas atividades de quadra nesta sexta e sábado.

Presidente Leziário Nascimento e Diretoria GRES Estácio de Sá

 

Programa Ensaio EBC:

Salgueiro apresenta a sinopse do enredo “Senhoras do Ventre do Mundo”, para 2018

Por Redação “Eu sou o ventre principal, a Terra-Negra, a grande Mãe Universal, a ...

Learn more