Browse By

Critícas e Sátiras são pontos altos do Carnaval alemão em Colônia

Por Redação

O Carnaval de Colônia é o mais louco e animado da Alemanha. E acima de tudo não poupa ninguém de críticas, satirizando até mesmo governantes e/ou políticos.

O berço do carnaval na Alemanha é Colônia, cujo primeiro desfile ocorreu em 1823 e onde os poderosos normalmente são os alvos das piadas.

“Apreciamos nossa liberdade, a liberdade de opinião e, especialmente, a liberdade dos ‘loucos’, mas acima de tudo garantimos a segurança dos nossos foliões, lembrou a chanceler alemã, Angela Merkel, durante uma entrevista, e que recebe todos os anos os representantes do carnaval para melhor atender às suas necessidades. Isto sim é exemplo de valorização do carnaval, que deve ser seguido pelo prefeito Marcelo Crivella do Rio de Janeiro, que anda cerceando a nossa cultura.

O lema é sempre o mesmo: Köln hat was zu beaten ( É difícil bater Colônia). E é verdade. O Carnaval de Colônia é o rei do Carnaval made in Germany.

Há séculos esta festa enche de fascínio e cor a cidade de Köln. É chamado de a Quinta Estação e, com certeza, em 1823, já tinha uma forma muito semelhante ao de hoje. Em 1823, foi fundada a “Festordnendes Komitee”, ou seja, a primeira associação carnavalesca, e pela primeira vez o Carnaval não foi mais improvisado, mas sim organizado.

O refrão tradicional é “Kölle Alaaf, uma espécie de mantra pro carnaval de Colônia.

O carnaval em Colônia acontece no mesmo período do Brasil, a abertura inicial é sempre na Alter Markt, no centro histórico, com desfile da Virgem, do Agricultor e do Principe. Este último é o protagonista mais importante do carnaval da cidade. O Agricultor é o símbolo da lealdade e da audácia de Colônia Imperial e guardião das chaves da cidade. A Virgem, tradicionalmente é um homem no papel de uma mulher. É a mãe de Colônia, invencível, inconquistável.

O primeiro dia de carnaval (quinta feira) é sempre dedicado às mulheres. Aqui o prefeito não entrega as chaves da cidade ao Rei Momo como no Brasil, mas sim às mulheres.

Uma das coisas que fascina no do carnaval de Colônia, é a semelhança com o carnaval de rua no Rio de Janeiro, as pessoas se fantasiam mesmo, nem que a fantasia seja um pijama ou um roupão de banho. È muito bom ver também as pessoas de idade dançando e fantasiadas junto aos jovens. Nada é ridículo, não existem preconceitos, o importante é se divertir! Não é a tôa que o povo de Colônia é conhecido como o mais tolerante da Alemanha. Sem falar no fato que tudo é bem tranquilo e sem violência. Isso não tem preço.

 

No domingo foi dia dos desfiles das escolas e do carnaval de bairros. Cada bairro festeja seu próprio carnaval com desfiles e muita festa.

O dia mais esperado é a segunda feira, quando o carnaval alcança seu ápice com o desfile oficial dos carros alegóricos. São nestes desfiles que o alemão mostra a sua criatividade e solta o “verbo”, satirizando e criticando governantes até mesmo de outros países.

As pessoas presentes em cima dos carros alegóricos jogam balas, chocolates e rosas ao público, o qual grita pedindo os doces. De fato, o nome da festa de segunda feira é Rosenmontag (segunda feira das rosas).

O desfile se desenvolve nas ruas do centro da cidade: Schildergasse, Neumarkt, Rudolplatz, Severinstrasse, Clodwigplatz, Appellofplatz. Essas são algumas das ruas por onde pode passar.

Dica: Se você pretende passar um dia carnaval em Colônia e quiser assistir o desfile, desça em Neumarkt e siga para Schildergasse que está bem ao lado. Pegue um lugar e espere os carros passarem, mas chegue entre as 10h para conseguir um lugarzinho bacana. O desfile começa as 11h11 e termina por volta das 16h. Ah, e torça pra que não faça muito frio, mas se ele não estiver a seu favor, é só tomar umas biritas que esquenta rapidinho! E se você quiser assistir o desfile tendo uma visão melhor e em maneira mais confortável, existe a possibilidade de ficar nos camarotes pagando um ingresso de cerca de 50 a 70 euros. Além das festas de rua, tem também bailes de carnaval em locais e discotecas. Se você não quiser se fantasiar, coloque pelo menos uma peruca ou um chapéu para entrar no ritmo da alegria. Ah, o comércio fecha às 14h no primeiro dia de carnaval e não abre na segunda, que é feriado.

O carnaval de Colônia continua também na terça feira com o Veilchendienstag com desfiles de alguns blocos e bandas que tocam pelos cantos da cidade. O carnaval será saudado com a queima do “Nubbel”, um boneco de palha.

E o encerramento na Quarta feira de Cinzas (Aschermittwoch), com almoço e jantar a base de peixe.

Zezé Motta lançando o seu recomendado CD “O Samba Mandou Me Chamar”

Por Redação O projeto Quartas Brasileiras completou 3 anos em março e orgulhosamente ...

Learn more