Browse By

CARNAVAL SP 01: INDEPENDENTE TRICOLOR

Equipe: Carol Ferreira e Rayanne Silva

Suporte: Júlia Fernandes

Suporte Remoto: Jaqueline Costa

ENREDO 2018: Luz, Câmera e Terror! Uma produção Independente

FICHA TÉCNICA:
PRESIDENTE: Alessandro Oliveira Santana “Batata”

PRESIDENTE DE HONRA:
COREOGRAFO: Anderson Rodrigues

CARNAVALESCO: André Cezari; Anderson Rodrigues

INTERPRETE: Pé Santana; Rafael Pinah

RAINHA DA BATERIA: Helena Soares

MADRINHA DA BATERIA: Sheila Mello

MUSA DA BATERIA: Mariana Pedro

LETRA  DO SAMBA:

HOJE O BICHO VAI PEGAR, VEM VER

A PLATEIA DELIRAR, ENLOUQUECER

SAIU DA TELA, ENTROU NA MENTE

É O TERROR INDEPENDENTE

EM CARTAZ, UMA PRODUÇÃO ARREPIANTE

MEU FILME TRAZ CENAS DE PAVOR A CADA INSTANTE

É TEMPO DE FEITIÇARIA, A MAGIA ESTÁ NO AR

NA SANTA CHAMA, DEIXA A BRUXA QUEIMAR

A CARRUAGEM REVELA O GÊNIO MACABRO NACIONAL

FAZ O CINEMA VIBRAR NO CENÁRIO DO CARNAVAL

ZUMBIS TOMAM CONTA DA SELVA DE PEDRA

A LUTA DO BEM CONTRA O MAL, COMEÇOU

NAS RUAS O CAOS É ASSUSTADOR

TEM VAMPIROS ENTRANDO EM AÇÃO

A LUA BRILHA NA ESCURIDÃO

SEGUE O BAILE NO MEIO DO POVO

O LOBISOMEM ATACA DE NOVO

ESTRANHAS VISÕES, ASSOMBRAÇÕES

RESSURGEM CAUSANDO ESPANTO

SERÁ ILUSÃO NA EMBARCAÇÃO?

FANTASMAS EM TODOS OS CANTOS

FAMOSOS VILÕES DA HISTÓRIA

MARCARAM A NOSSA MEMÓRIA

NA NOITE DOS HORRORES

O FINAL QUE QUE SEMPRE QUIS

FAZENDO A FESTA

SEM MEDO DE SER FELIZ

 

Terror Independente abre a primeira noite de desfile

Com enredo de fácil leitura, escola apresenta uma produção independente

A Escola de Samba Independente Tricolor, abriu a primeira noite de desfile do Grupo Especial do Carnaval de São Paulo nesta sexta feira (09), no sambódromo do Anhembi.

A vermelha, branco e preta, atual vice-campeã do Acesso, apresentou o enredo “Luz, Câmera e Terror! Uma produção independente”, que segundo o carnavalesco Roberto Monteiro, tinha como proposta criar algo diferente e singular.

Com alegorias de “arrepiar e assombrar”, a escola mostrou que quer garantir seu espaço no tão sonhado Grupo Especial.

Infelizmente o tripé da comissão de frente quebrou, e precisou ser equiparado com o apoio da Liga SP.

O carro abre alas fazia menção a zé do caixão, as alas coreografas chamavam a atenção do público presente, sem falar na caracterização que não deixou a desejar.

Produções como “O chamado”, “It: a coisa”, “Jack, o estuprador”, “Esquadrão Suicida” e “Noiva Cadáver” fizeram a alegria dos foliões.

O canto na ponta da língua dos componentes, finalizou o desfile.

ELIANE FARIA APRESENTA O SHOW NOBREZA 25 ANOS

Por Redação A primogênita do Paulinho da Viola, faz bodas de prata musical e comemora no ...

Learn more