Browse By

Carnaval Rio – Série Ouro:02 –GRES Em Cima da Hora

Por #redação #jornalistamarcelofaria #equipesambrasilrio #catolicojornalistamarcelofaria

Reportagem, imagens e fotos: Julia Fernandes, Ricardo Netto, Sirlene Oliveira, Mario Mello, Arlene Melo, Hatus Rodrigues e Marcelo Faria

Suporte remoto e suporte produção: Jack Costa, Fernanda Gaspar, Lizia Nascimento, Rafael Rios, Marcos Zulu e Julia Fernandes

@portalsambrasil  @sambrasilturismoecultura  @agenciasambrasil

A Em Cima da Hora levará para a Sapucaí o enredo “A Nossa Luta Continua” que fará uma ode ao trabalhismo no Brasil. Contra a precarização do trabalho, a escola de Cavalcanti dará voz ao povo reafirmando a luta da classe operária através de uma homenagem a quem merece o valor da nação. O enredo é assinado assinatura dos carnavalescos Rodrigo Almeida e Ricardo Hessez.

LETRA DO SAMBA

Compositores: Richard Valença / Orlando Ambrosio / Serginho Rocco / Marquinho Bombeiro / Anderson Alemão / Rafael Pinelzinho / Lucas Macedo Gusmão / Luís Antônio Coelho / Aldir de Senna e Souza / Márcio Leandro Santos de Souza.

Lá do morro vi o Sol em primavera

Onde o trem vence quimeras

Trabalhar, realidade

Labuta que aprendi desde menino

Ao descer a Zeferino e ir pro centro da cidade

Perdi meu coração nas engrenagens

E no fim dessa viagem baldeada de ilusão

Marquei o ponto, mas rasguei minha carteira

Brava gente brasileira é tempo de revolução

 

A voz de um país, o povo na rua

Nossa luta continua, fazendo escola

Reflete Paris: O vermelho da flor

Dignidade não é esmola

 

Da terra escaldante as capitais

Pau-de-arara nunca mais

Eis o sonho retirante

E lá na seca, o candango construiu

O coração do Brasil

Pra pulsar bem mais distante

Da força que enfrenta os canhões

Greve é ato de bravura

Movimento sindical pra dobrar a ditadura

Vem cantar meu carnaval, manifesto de coragem

Imagem, da mãe que carrega no braço seu filho

Carrega também uma caixa na mão

Pra proclamar libertação

 

Não é mole não, não é mole não

Desfilar a fantasia, ver brilhar meu barracão

 

Eu sou a pluma que o tempo não desfaz

Força nenhuma há de conter meus carnavais

E quando acendo a alegoria o povo chora

Arquiteto da folia, sou Em Cima da Hora

 

FICHA TECNICA

GRÊMIO RECREATIVO ESCOLA DE SAMBA EM CIMA DA HORA

PRESIDENTE: ÁLVARO LOPES

VICE-PRESIDENTE: MAURÍCIO ANTUNES

DIREÇÃO DE CARNAVAL: GUSTAVO BARROS

DIREÇÃO DE HARMONIA: FÁBIO LOPES

CARNAVALESCO: RODRIGO ALMEIDA

INTÉRPRETE: RAFAEL TINGUINHA

PRIMEIRO CASAL DE MESTRE-SALA E PORTA-BANDEIRA: WINNIE LOPES E MARCINHO SOUZA

MESTRE DE BATERIA: LÉO CAPOEIRA

CORTE DA BATERIA (RAINHA): DAVINA

COREÓGRAFO DA COMISSÃO DE FRENTE: LUCIANA YEGROS

TÍTULO DO ENREDO: A NOSSA LUTA CONTINUA!

RESUMO DO ENREDO: CONTRA A PRECARIZAÇÃO DO TRABALHO, À AGREMIAÇÃO FAZ UM ODE AO TRABALHISMO DO BRASIL. TRABALHADORES, OPERÁRIOS, SINDICATOS, AUTÔNOMOS E MULHERES… A SAPUCAÍ E VOSSA!

Samba na Fonte comemorou seus 10 anos com lançamento de CD no Teatro Rival

Por Marcelo Faria Fotos por Marcelo Faria e Mariana Campos O Movimento de Compositores ...

Learn more