Browse By

Carnaval Rio – Série Ouro: 01 – GRES União do Parque Acari

Por #redação #jornalistamarcelofaria #equipesambrasilrio #catolicojornalistamarcelofaria
Reportagem, imagens e fotos: Julia Fernandes, Ricardo Netto, Sirlene Oliveira, Mario Mello, Arlene Melo, Hatus Rodrigues e Marcelo Faria
Suporte remoto e suporte produção: Jack Costa Fernanda Gaspar, Lizia Nascimento, Rafael Rios e Julia Fernandes
@portalsambrasil
@sambrasilturismoecultura
@agenciasambrasil

Para estrear na Série Ouro, no Carnaval 2024, a União do Parque Acari levará para Marquês de Sapucaí o enredo “Ilê Aiyê, 50 anos de luta e de resistência”, que homenageia a história do Ilê Aiyê, primeiro bloco afro do Brasil.

Fundado em 1° de novembro, de 1974, em Salvador, na Bahia, o bloco luta a favor dos negros e contra o racismo, além de dar representatividade às raízes africanas, divulgando a arte, a música e a dança. O enredo será desenvolvido pelo carnavalesco André Tabuquine. Enredo: “Ilê Aiyê, 50 anos de resistência!”.

Compositores: Jorginho Moreira/Alexandre Reis/Márcio de Deus/Professor Laranjo/Gigi da Estiva/Binho Araujo/Jr. Professor/Madalena/Odmar do Banjo/Raphael Krek e Telmo Augusto

Intérpretes: Leozinho Nunes e Tainara Martins.

LETRA DO SAMBA

O brilho do luar africano

Ilumina a brancura da paz

Na sagrada Bahia

Nação herdeira dos ancestrais

Negritude, joia do saber

Na visão do bem querer, a liberdade

Por igualdade contra o ato vil

Nasce o primeiro bloco afro do Brasil

O mais belo dos belos, tem o seu valor

É resistência do carnaval de Salvador

 

Ajeita o “black”, o rastafari, as tranças vão “bailar”

E veste a bata colorida pra lutar

Senzala de barro preto, carregada de axé

Firma o ponto pros voduns… a fé

 

Desce a ladeira do curuzu

Abençoado por mãe Hilda Jitolú

Entoa o canto sideral

Cinquenta anos de legado cultural

Ê Deusa de ébano, é noite da beleza negra

No Rio de Janeiro ressoa o tambor

Pro orgulho de vovô

Que bloco é esse? Lindo de se ver

Não me pegue não, deixe eu curtir o Ilê

 

Canta Parque Acari, meu maior tesouro

Cintilar teu pavilhão, é ouro

Vem no toque do ijexá, hoje vai ter xirê

Pra homenagear o bloco Ilê Aiyê

FICHA TÉCNICA

GRÊMIO RECREATIVO ESCOLA DE SAMBA UNIÃO DO PARQUE ACARI

PRESIDENTE: CARLOS EDUARDO DA SILVA FARIAS – DUDU

DIREÇÃO DE CARNAVAL: CIDA LIMA E XANDY RIBEIRO

DIRETOR DE HARMONIA: HÉRICO MARCELO E NILSON JORGE

CARNAVALESCO:ANDRÉ TABUQUINE

INTÉRPRETES: LEOZINHO NUNES E TAINARA MARTINS

PRIMEIRO CASAL DE MESTRE-SALA E PORTA-BANDEIRA:LAYNE RIBEIRO E VINICIUS JESUS

MESTRE DE BATERIA: DANIEL SILVA E ERIK CASTRO

RAINHA DE BATERIA: ROSE NASCIMENTO

REI DA BATERIA: ANDERSON REIS

MADRINHA DA BATERIA: LELÊ LIMA

COREÓGRAFO DA COMISSÃO DE FRENTE:VALCI PELÉ

TÍTULO DO ENREDO:ILÊ AIYÊ – 50 ANOS DE LUTA E RESISTÊNCIA

 

RESUMO DO ENREDO: CELEBRANDO 50 ANOS DE LUTA E RESISTÊNCIA, O ENREDO DO ILÊ AIYÊ DESTACA-SE POR PROMOVER A VALORIZAÇÃO DA CULTURA AFRO-BRASILEIRA, COMBATENDO O RACISMO E PROMOVENDO A IGUALDADE POR MEIO DE DESFILES, MÚSICA E ATIVIDADES CULTURAIS. O GRUPO É CONHECIDO POR SUA CONTRIBUIÇÃO SIGNIFICATIVA PARA A PRESERVAÇÃO E PROMOÇÃO DAS TRADIÇÕES AFRO-BRASILEIRAS.

 

 

 

Paulinho Mocidade lança o CD Como é Bom em Bangu

Por Redação Chegou a hora! Nesta quinta-feira (07/06), às 20h, no Theatro Bangu ...

Learn more