Browse By

Beija-Flor arrasta multidão na orla de Copabacana

Por Redação

Fotos por Jaques França

Na tarde deste domingo (28), com um ensaio, programado em Copacabana, que é chamado pela escola de ato cívico – já que este ano o enredo da Beija-Flor faz uma crítica ao preconceito social, religioso, étnico e político. A azul de branco de Nilópolis percorreu cerca de 2km, arrastando um multidão.

O Portal Sambrasil – www.sambrasil.net como sempre acompanhou de perto esta grande festa, levada muito a sério pela diretoria da agremiação e pelos seus componentes.

 

Segundo Laíla, o diretor de harmonia e integrante da comissão de carnaval da escola, o ensaio é na verdade um convite para que as pessoas que gostam do enredo da Beija-Flor comparecessem e fizessem suas reinvindicações contra o preconceito. Escola levou 3 mil integrantes para participar do ensaio que teve coreografia da Comissão de Frente, Neguinho da Beija-Flor, Selminha e Claudinho – 1º casal de mestre sala e porta bandeira, a bateria nota 10 dos mestres, Plinio e Rodney e a rainha de bateria Raissa, o ensaio durou duas horas.

Simplesmente genial a proposta da Beija-Flor! O enredo da escola em 2018 foi idealizado pelo coreógrafo da comissão de frente Marcelo Misailidis e será desenvolvido pela comissão de carnaval. “Monstro é aquele que não sabe amar. Os filhos abandonados da pátria que os pariu”, parte dos 200 anos do romance “ Frankenstein”, de Mary Shelley, para falar das mazelas do Brasil.

Sonho da Cidade do Samba 2 está mais próximo de virar realidade

Por Redação O Portal Sambrasil apurou que quatro escolas da Série A estão sem ...

Learn more